Universidades na Coréia do Sul também aceitam gamers em seus programas de admissão

Os esportes eletrônicos, também conhecidos como eSports, estão se tornando cada vez mais populares: além dos famosos Dota2 e League of Legends, que têm ficado com boa parte da fama, outros gêneros, como jogos de tiro, fazem parte da modalidade.

Campeonatos com premiações nas casas de milhões, torneios com plateias muito maiores de que vários esportes e jogadores que ganham a vida com isso, fizeram com que universidades incluíssem os eSports em seus critérios admissionais.

Fonte: http://blogs-images.forbes.com/insertcoin/files/2014/09/league-of-legends3.jpg

Você já deve ter ouvido falar ou ter visto em algum filme ou série casos de alunos que se destacam em algum esporte, e usam isso para entrar em faculdades de renome ou para ganhar bolsas de estudo. Apesar de ser mais comum nas universidades americanas, a Coreia do Sul tem um programa de admissão parecido, onde não é necessário provas e vestibulares.

Com a grande popularidade que os eSports conquistaram na Coreia do Sul, onde transmitem partidas de StarCraft II e League of Legends da mesma forma que o Brasil transmite partidas de futebol, as universidades começaram aceitar jogadores profissionais de eSports em seus programas admissionais.

A Universidade de Chung-Ang, que faz parte das melhores instituições de ensino superior da Coreia do Sul e das 550 melhores universidades do mundo, agora também aceita os jogadores de eSports. Outras modalidades como beisebol, basquete, futebol, etc. também são esportes aceitos pela instituição.

Mas não são apenas os coreanos que tem essa chance, a universidade oferece vários programas de intercâmbio, em inglês. Uma grande oportunidade para quem quer aprimorar seu currículo e melhorar seu segundo idioma.

Autor:

Daniel Welter da Silva – Célula de Jogos.

Comments Are Closed