Protoboard, para que serve e como utilizá-lo!

Como para tudo precisa-se de agilidade, praticidade e baixo custo, uma ferramenta essencial para testes com componentes eletrônicos é o protoboard, no mercado existem diversos tipos do mesmo, sendo de marcas e modelos distintos mas sempre seguindo um mesmo propósito.

Sou Laurivan Sareta, estou no segundo semestre do curso de ciência da computação, eu e meu grupo, Jean e Ricardo. Nesta semana estamos estudando, pesquisando e testando as funcionalidades de um Protoboard.

O que é?
• Consiste numa placa com uma matriz de contatos que permite a construção de circuitos experimentais sem a necessidade de solda, permitindo com rapidez e segurança desde uma alteração de posição de um determinado componente até sua substituição.

O que podemos conectar?
• O protoboard nos permite conectar uma serie de dispositivos e componentes eletrônicos como:
– Circuitos integrados (CIs);
– Capacitores;
– Diodos;
– Resistores;
– Transistores;
– Etc.

Tipos
• Como existem diversos modelos com mais mais contatos ou especificações diferentes, abaixo tem algumas imagens de protoboards mais comuns.

• Abaixo um protoboard modelo mais simples e barato!

protoboard_1

Protoboard básico

 

• Também temos com entradas mais práticas para conectar alimentação, com mais contatos.

protoboard_2

Funcionamento

O princípio de funcionamento é bem fácil, imagem que segue abaixo se observarmos as setas indicam algumas das principais propriedades de um protoboard;

protoboard_5

Para finalizar como inserimos componentes!
Para se montar um circuito no protoboard tem diversas maneiras, onde a organização e orientação dos componentes depende exclusivamente de quem esta montando.

->  Na figura abaixo podemos ver que o espaçamento no centro do protoboard é de forma proposital para que se possa utilizar um Circuito Integrado.
protoboard_6

 

-> Na próxima imagem temos um desenho do circuito no protoboard que nossos colegas implementaram para se ter uma melhor visualização e mostrar que para se montar um circuito no protoboard não é um bicho de sete cabeças, porém quando se tem um projeto maior deve-se ter muito cuidado com a organização dos componentes, caso contrario é fácil de se perder e ter que montar tudo novamente.
protoboard_3

 

Comments

Comments Are Closed