Integração do SQLite ao projeto de iOS

Esse guía é para o iOS6, e é baseado no tutorial encontrado no site Techotopia.

É possível que em certo ponto do seu desenvolvimento você encontre a necessidade de integrar um banco de dados SQLite ao aplicativo. Existe uma forma de iniciar um projeto simples já com tudo integrado, porém você recebe já de cara um código complexo e extenso.

O mais didático é construir passo a passo, adequando aos poucos o código que você precisa ao projeto que você possui. Mas antes, um pouco de teoria.

O que é SQLite?
O SQLite é um banco de dados relacional RDBMS integrado utilizado no iOS. A maioria dos bancos relacionais são servidores independentes que se comunicam com as aplicações de forma cooperativa. O SQLite funciona de forma diferente e por isso dizemos que é um banco integrado à aplicação, como se fosse uma biblioteca. Todas as operações são realizadas internamente, através de chamadas às funções da sua biblioteca.
Para maiores informações relativas ao SQLite, acesse http://www.sqlite.org

Structured Query Language, ou SQL
Para acessar ou modificar uma estrutura de dados SQLite, utilizamos uma linguagem da alto nível chamada SQL. Caso você já tenha trabalhado com SQL alguma vez na vida sinta-se em casa, senão, não se assuste! SQL é um padrão de linguagem extremamente fácil para trabalhar com a estrutura de dados mantida pelo RDBMS.

Experimentando SQLite no MacOS X
Se você nunca viu um banco de dados ou trabalhou com SQL, siga esse curto exemplo para perder a timidez. SQL é uma linguagem direta e fácil. Com pouco conhecimento você já pode fazer maravilhas. Profundo conhecimento dará performance e estabilidade à sua aplicação mas isso vem com a experiência.

Inicie uma janela do terminal e mude para um diretório que você pode fazer os experimentos, como por exemplo um diretório chamado teste:

Execute o seguinte comando:

Isso vai habilitar o prompt sqlite> para que você possa executar os comandos SQL pela linha de comando. Os comandos executados influenciarão o arquivo mydatbase.db, criando tabelas, procurando ou alterando dados, etc…

O seguinte comando cria uma tabela chamada contatos, com um campo para id que é incrementado automaticamente, uma para o nome, outro para a idade e por último o telefone.

O campo id é um método comum para identificarmos cada linha da tabela, por exemplo, duas pessoas com mesmo nome teriam o numero de id diferente e assim mantemos cada linha como única no nosso banco.

Para inserir registros na nossa tabela, podemos utilizar o seguinte comando:

Para listar todos os registros na tabela contatos:

Para listar registros específicos da tabela, altere para o seguinte comando:

Para fechar o prompt sqlite> digite:

Perceba que não é nada do outro mundo, conhecimento em inglês ajuda muito para o entendimento de SQL mas os comandos básicos são simples. Quando executamos uma aplicação pelo simulador, o arquivo do banco é criado no seu computador. Caso você precise encontrar esse arquivo para a correção de erros ou qualquer manipulação direta, o caminho é o seguinte:

Na próxima parte do tutorial vamos ver como integrar o banco a um aplicativo criado com o template Single View Application

Comments Are Closed